Você sabe para que serve o licopeno?

Você sabe para que serve licopeno no nosso organismo? Pois bem, o licopeno trata-se de uma substância vermelha, um pigmento que dá cor às frutas.  Fazendo parte do grupo dos carotenoides e não sendo produzida pelo corpo humano, essa é uma molécula fundamental para o bom funcionamento e manutenção dos pulmões, da pele, da próstata, assim como diversos outros órgãos.

Além disso, esse pigmento é um antioxidante potente e pode até inibir o crescimento de células cancerígenas. Quer saber tudo sobre essa molécula e conhecer os benefícios que ela proporciona? Continue a leitura e confira!

Onde o licopeno é encontrado?

Para adquirir o licopeno em seu organismo é necessário fazer a ingestão de alimentos que oferecem essa substância em sua composição. Dentre as principais fontes desse pigmento estão as frutas que contém as cores laranjas e vermelhas, como o mamão, a uva, a goiaba e a melancia, sendo que o tomate é o campeão em concentrações desse carotenoide.

Uma curiosidade muito interessante é que o cozimento do tomate, para a produção de molhos ou ketchup, por exemplo, provoca uma transformação na estrutura do licopeno, que torna-o mais fácil de ser absorvido.

Quais os benefícios de consumir licopeno?

Como já citado, o licopeno é um potente antioxidante, o qual preserva as membranas celulares, deixando-as mais fortes e resistentes. As membranas das células possuem a função de selecionar tudo o que passa por elas, barrando as toxinas, como os radicais livres, que podem fazer muito mal ao ambiente celular.

Dessa forma, o licopeno preserva a integridade dessas estruturas, protegendo e reparando todas as células do seu corpo. Assim, algumas doenças, como o câncer, que se desenvolve por causa de alterações no DNA celular, podem ser prevenidas ou reduzidas com a sua ação, o que praticamente define para que serve licopeno.

Um destaque vai para o câncer de próstata, sendo que já é comprovado que homens que o possuem, quando suplementados com doses diárias de licopeno, têm as células cancerígenas regredidas drasticamente. Além disso, o consumo periódico de licopeno também previne esse tipo de câncer que acomete tanto as pessoas do sexo masculino.

Ademais, o licopeno também é um ótimo protetor do sistema cardiovascular, pois doses elevadas reduzem as concentrações de LDL no sangue, o temido colesterol ruim.

Para a pele, a ação antioxidante reduz os danos causados pelos raios UV, diminuindo também a aparência do envelhecimento devido à exposição aos raios solares.

O consumo exagerado pode fazer mal?

É até estranho de se pensar que uma substância tão benéfica ao organismo pode causar alguns males se ingerida demasiadamente por meio da alimentação ou suplementos. Pois isso é verdade.

Ingerir concentrações muito elevadas de licopeno pode provocar sintomas como cólicas, gases, diarreia, vômitos e náuseas. O excesso de licopeno também pode causar alterações na pele e diminuir o sistema de defesa do seu organismo. Além disso, algumas pessoas são alérgicas ao licopeno, podendo manifestar sintomas como prurido e erupções na pele.

Por esse motivo, o recomendado é que a dose máxima diária de licopeno seja de 20 miligramas. Para saber qual a melhor forma de ingerir e quais as quantidades ideais de licopeno para o seu organismo, o ideal é procurar a ajuda de um nutricionista, pois ele é o profissional adequado para lhe orientar corretamente.

O licopeno é, portanto, um pigmento essencial para o seu corpo, atuando tanto na prevenção quanto na regressão de doenças muito sérias, como o câncer.

Agora que você já sabe para que serve licopeno, que tal entrar em contato conosco para adquirir um ótimo suplemento? Não perca a oportunidade de dar esse presente para a sua saúde!

Deixe um comentário

Share This