Vitamina E: grande aliada contra a Hipertensão Arterial

A Hipertensão Arterial Sistêmica (HAS) transformou-se numa pandemia, considerando que 55,7% dos adultos acima de 50 anos são hipertensos. A prevalência estimada de hipertensão no Brasil atualmente é de 38,54% da população acima de 45 anos. Isso representa, em números absolutos, um total de 18,8 milhões de portadores da doença.

Quais os possíveis maus?

A hipertensão é considerada um dos maiores problemas de saúde pública do Brasil, responsável por 40% das mortes por acidente vascular encefálico e 25% delas ocorrem por doença arterial coronariana (IBGE, 2010).

É fundamental cuidar da saúde ofertando alimentos importantes na prevenção e manutenção da hipertensão arterial, a qual é um dos fatores de risco mais importantes para o desenvolvimento de doenças vasculares.

Quais as principais causas?

Atualmente, há também fortes evidências da implicação do estresse oxidativo como causa das disfunções vasculares em geral. O estresse oxidativo ocorre quando a produção de radicais livres fica descontrolada no organismo e eles interagem de forma desordenada com as mais diversas células causando danos.

Suplementação ajuda no combate?

Neste contexto, a vitamina E vem sendo considerada um potente antioxidante lipossolúvel, tendo a possibilidade de exercer ação benéfica contra danos oxidativos.

A vitamina E é um nutriente muito importante para o nosso organismo, especialmente por conferir proteção antioxidante. Por esta atuação, estudos sugerem a vitamina E para a redução da progressão do envelhecimento celular – processo fisiológico considerado como um dos principais gatilhos para o desenvolvimento de doenças crônicas, como as cardiovasculares, neurodegenerativas e articulares.

Níveis séricos reduzidos de α-tocoferol foram inversamente associados à incidência de doenças coronarianas.

A ação antioxidante da vitamina E se destaca como principal benefício, uma vez que se conecta aos radicais livres impedindo o processo de oxidação das membranas lipídicas auxiliando no bom funcionamento do corpo como um todo, principalmente do sistema cardíaco.

Estudos indicam que ela pode melhorar a função cardíaca, já que colabora para o relaxamento dos vasos sanguíneos e auxilia na sua desobstrução.

Alimentação ajuda a prevenir?

Os alimentos fonte dessa vitamina são geralmente compostos por um maior teor de gordura, sendo esse tipo de gordura classificada como saudável, mas que deve ter o monitoramento do profissional de saúde para alguns grupos de risco.

 

A vitamina E está presente oleaginosas, óleos vegetais, sementes e em algumas frutas, como açaí e o abacate.

A suplementação é uma boa aliada para atingir níveis funcionais do nutriente sem prejuízo na dieta. Níveis elevados de vitamina E no organismo diminuem o risco de um infarto ou derrame não fatal na maioria dos indivíduos.

hipertensão arterial reduz a expectativa de vida e a mortalidade por doença cardiovascular (DVC) aumenta progressivamente com a elevação dos níveis de pressão, a alimentação associada as demais medidas de controle da pressão arterial são ferramentas importantes para garantir a qualidade de vida.

 

Deixe um comentário

Share This