Saúde no outono: temperatura x imunidade

Outono anuncia o fim do verão, as mudanças de temperatura entre as estações e alterações bruscas de temperatura ao longo do dia tem efeito sobre nossa saúde, que vão desde queda na imunidade à problemas cardíacos e alterações no humor.

Com a chegada do outono muitas pessoas começam a apresentar gripes, resfriados, amidalite, bronquite e até mesmo pneumonia, são alguns dos problemas mais comuns nessa época do ano, quando a defesa do organismo fica enfraquecida, facilitando a proliferação de vírus e bactérias.

 

Do frio para o quente

Em períodos marcados por mudanças de temperatura e dias secos de inverno, é essencial beber bastante água para ajudar a manter úmido o muco que protege as vias respiratórias.

Mudanças bruscas de temperatura também podem provocar problemas cardíacos.

Quando a oscilação de temperatura é do frio para o quente, o sangue fica mais espesso, as artérias contraídas e a pressão tende a cair, aponta Max Grinberg, professor do Hospital das Clínicas da USP. Assim, é necessário mais esforço para bombear o sangue pelo corpo.

Dados da Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular, do Rio de Janeiro (SBACV-RJ), indicam que as altas temperaturas aumentam em até 30% o risco de doenças vasculares, ou venosas, nos membros inferiores.

 

Do quente para o frio

De acordo com os números, normalmente elas são associadas a varizes.

“O motivo de as altas temperaturas piorarem as doenças venosas é porque o calor provoca vasodilatação, ou seja, a dilatação dos vasos sanguíneos, com uma sobrecarga nas veias dos membros inferiores. Por isso, pessoas com doença vascular prévia tendem a piorar com o aumento da temperatura.”

Já quando a alteração repentina é do quente para o frio, a pressão aumenta, e pode ocorrer uma crise hipertensiva.

 

Mudanças de temperatura alteram o humor

Também há indícios científicos de que o clima pode afetar o humor. O chamado transtorno afetivo sazonal é um tipo de depressão que geralmente se manifesta no outono e no inverno.

O transtorno pode ser causado por alterações no relógio biológico e no equilíbrio químico do corpo, nas estações mais frias, os níveis de melatonina e serotonina – que regulam o humor e o sono – podem ser afetados, levando à depressão.

 

Pesquisas confirmam

Um estudo recente também sugere que temperaturas mais altas ou mais baixas podem afetar nossa capacidade de tomar decisões complexas. E neste quesito, o clima frio parece ser mais vantajoso. Segundo reportagem da revista Scientific American, é mais fácil tomar uma decisão no Alasca do que na Flórida.

Assim, no calor sobra menos energia, em forma de glicose, para o cérebro, afetando os processos mentais.

Devemos tomar alguns cuidados com a nossa imunidade então procure beber mais líquidos, consumir alimentos que estimulem o metabolismo com baixos teores de gorduras e sódio, evitar ambientes com muitas pessoas e choque de temperaturas.

 

Suplementação pode ajudar

Suplementos como Alho, Coenzima Q10 e Vitamina K são alguns dos aliados para esta época do ano, melhorando a imunidade, auxiliando às vias respiratórias e, consequentemente, fortalecendo sua saúde.

 

Siga as nossas redes sociais para acompanhar as atualizações: estamos no Facebook e no Instagram!

Reformulamos nossa loja para você ter uma navegação mais rápida e fácil.
Dá uma olhadinha lá. https://loja.vitgold.com.br/

Share: