Qual o papel das vitaminas antioxidantes no organismo?

Ser saudável na atualidade não é uma tarefa fácil. Nossa dieta moderna geralmente contém menos frutas e vegetais frescos do que deveria. Como consequência, alguns dos principais nutrientes que necessitamos estão frequentemente deficientes, entre eles estão as vitaminas antioxidantes.

Para compreender os antioxidantes, primeiro você precisa entender o que são radicais livres. Trata-se de uma molécula altamente reativa que em excesso pode prejudicar a nossa longevidade e causar doenças. Ocorre naturalmente no organismo e devido vários fatores externos — por exemplo, poluição, radiação, fumo, consumo de álcool e gorduras saturadas, uso de corantes e conservantes, comidas industrializadas e estresse.

Os antioxidantes são uma forma de defesa contra os radicais livres e as toxinas. Quer conhecer os principais tipos e como eles atuam? Continue a leitura e descubra!

Vitamina C

Um dos nutrientes mais conhecidos, a vitamina C tem diversos benefícios para o nosso organismo. Ela é capaz de regenerar outros antioxidantes dentro do corpo, o que ajuda na proteção contra os danos causados pelos radicais livres.

Além disso, é essencial na síntese de colágeno, que é um importante componente estrutural dos ossos, vasos sanguíneos, tendões e ligamentos. O metabolismo de proteínas e a cicatrização de feridas são outros papéis importantes dessa vitamina.

É encontrada principalmente em frutas e legumes como:

  • tomate;
  • acerola;
  • laranja;
  • pimentão;
  • kiwi;
  • goiaba;
  • brócolis;
  • caju.

Carotenoides

Os carotenoides são uma classe de pigmentos naturais — como o betacaroteno, luteína e licopeno — que contêm poderosas propriedades antioxidantes.  Eles são os compostos que dão aos alimentos suas cores vibrantes.

Especialistas acreditam que são capazes de quebrar a reação em cadeia da oxidação, doando elétrons a espécies oxidadas. Seu consumo está associado ao risco reduzido de vários problemas crônicos, incluindo doenças cardíacas e algumas formas de câncer.

Ainda são responsáveis pela visão saudável, crescimento celular, formação e manutenção do coração, rins, pulmões e outros órgãos.

Adicione na sua alimentação:

  • cenoura;
  • maracujá;
  • abóbora;
  • manga;
  • batata-doce;
  • tomate;
  • mamão;
  • damasco;
  • milho.

Vitamina E

Por ser um elemento lipossolúvel, a vitamina E é necessária ao funcionamento adequado de muitos órgãos, atividades enzimáticas e processos neurológicos. Outro papel atribuído ao seu consumo está relacionado à manutenção do sistema imunológico saudável.

Atua no tratamento e prevenção de doenças do coração e vasos sanguíneos, por exemplo, dores no peito, pressão alta e artérias bloqueadas ou endurecidas. A ingestão dela por meio da dieta impede a produção de espécies reativas de oxigênio, que se formam quando a gordura é decomposta em energia.

Algumas opções ricas em vitamina E são:

  • óleos vegetais;
  • gema do ovo;
  • abacate;
  • espinafre;
  • amêndoas;
  • nozes;
  • ​sementes de girassol.

As vitaminas antioxidantes são indispensáveis em nossa qualidade de vida. Além de consumir os alimentos citados ao longo do texto, você também pode perguntar ao seu médico sobre a ingestão de suplementos. Eles são especialmente úteis para quem tem uma rotina corrida, ou encontra dificuldades em seguir um cardápio saudável.

Os nutrientes são aliados da nossa saúde, mas sozinhos não fazem milagres. Lembre-se de adotar uma dieta equilibrada, praticar atividades físicas e dormir bem. Se você quiser ficar por dentro de outros conteúdos como esse, assine agora mesmo a nossa newsletter!

Deixe um comentário

Share This