Novembro Azul: não deixe o preconceito tirar o sorriso de sua família.

  • Home
  • Bem-estar
  • Novembro Azul: não deixe o preconceito tirar o sorriso de sua família.

O calendário nesse mês muda de cor mundialmente e se chama Novembro Azul, é o mês de cuidados com a saúde masculina, uma mobilização e quebra de paradigma em relação à ida do homem ao médico para realizar o exame preventivo.

O câncer de próstata é a causa de morte de 28,6% da população masculina que desenvolve neoplasias malignas.

No Brasil, um homem morre a cada 38 minutos devido ao câncer de próstata, segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA).

A próstata é uma glândula que envolve a parte superior da uretra – o canal por onde passa a urina, sua função é produzir um líquido que vai ser parte do sêmen.

Câncer de Próstata

O câncer de próstata é o crescimento descontrolado de algumas células do corpo que geram tumores cancerígenos, e é considerada uma doença da terceira idade, já que aproximadamente três quartos dos casos no mundo ocorrem a partir dos 65 anos.

Prevenção

Hábitos saudáveis são a melhor forma de prevenção, além de uma dieta rica em frutas, verduras, legumes, grãos e cereais integrais, com menos açúcares e gorduras saturadas principalmente de alimentos industrializados, ajudam a diminuir o risco do câncer.

Em se tratando do câncer de próstata, o alimento de destaque é o Licopeno encontrado principalmente no tomate.

Vale apostar nas frutas de coloração avermelhada e em alimentos que contenham Ômega 3, encontrado em peixes, sementes de chia e linhaça.

Além da alimentação, alguns nutrientes podem ser fornecidos através de suplementos alimentares, como Licopeno, Selênio e Vitamina C, que ajudam o corpo a combater radicais livres responsáveis por vários tipos de câncer.

Especialistas recomendam pelo menos 30 minutos diários de atividade física, manter o peso adequado à altura, diminuir o consumo de álcool e não fumar, são dicas que ajudam a diminuir os riscos.

Exames

O toque retal é o teste mais eficaz quando aliado ao exame de sangue PSA (antígeno prostático específico, sigla em inglês), que pode identificar o aumento de uma proteína produzida pela próstata, o que seria um indício da doença.

Para um diagnóstico final, é necessário analisar parte do tecido da glândula, obtida pela biópsia da próstata.

A Sociedade Brasileira de Urologia recomenda que todos os homens com 45 anos ou mais façam exame anualmente, o toque retal e o PSA, segundo especialistas, o toque retal é considerado indispensável e não pode ser substituído por qualquer outro exame.

Tratamento

A escolha do tratamento mais adequado deve ser individual e definida após médico e paciente analisarem os riscos e benefícios de cada um.

Caso a doença seja comprovada, o médico pode indicar radioterapia, cirurgia ou até tratamento hormonal, desta forma, quem tem histórico familiar da doença deve avisar o médico, que indicará os exames necessários. Não deixe que o preconceito tire o sorriso de sua família. Cuide-se!

Fonte: Ministério da Saúde – Instituto Nacional do Câncer
Tags:
Deixe um comentário

Share This