Método BLW: saiba o que é e como usá-lo na alimentação de bebês!

A introdução alimentar é uma fase muito importante para o bebê e para os pais. Além de o pequeno descobrir um novo mundo — o dos sabores —, os tutores se preocupam com a aceitação e a nutrição dele. Para ajudar nessa missão, podemos contar com o método BLW.

Essa é uma sigla do termo em inglês Baby-lead Weaning que traduzindo significa: desmame guiado pelo bebê. Sabe as papinhas? Nessa técnica elas são segundo plano! Mas, então, o que oferecer à criança?

Neste post, falaremos sobre o que é BLW, as suas vantagens e como aplicá-lo. Continue a leitura e confira!

Afinal, o que é o método BLW?

As principais ideias da BLW são: dar autonomia para o bebê na hora de se alimentar e fazer a integração dele com a família nas refeições. Ela consiste em oferecer os alimentos em pedaços para que o pequeno pegue com as próprias mãos e leve à boca para comer.

Na verdade, não é um método novo, já que muitos pais o faziam instintivamente, só que agora ele tem nome e algumas regras de segurança para que tudo ocorra bem. Além do mais, observaram que há diversas vantagens dele em relação às papinhas tradicionais.

Quais são as vantagens?

Você pode pensar que é apenas mais uma maneira de fazer a introdução alimentar, mas os benefícios vão muito além disso, veja:

  • ajuda no desenvolvimento da coordenação motora;
  • treina a reconhecer o paladar e as texturas;
  • regula o centro da saciedade;
  • estimula a mastigação;
  • promove a alimentação saudável.

Outro ponto positivo do método BLW é que criança é estimulada a fazer as refeições junto da família. Assim, além da interação social, os pais podem comer tranquilamente sem precisar dar a comida na boca do filho.

Como aplicar essa técnica?

Para aplicar a BLW é fundamental estar bem informado sobre o assunto para evitar os engasgos. É importante que o bebê consiga se sentar sozinho e com a postura ereta, pois significa que já tem as habilidades necessárias. Sobre a forma de preparo da comida:

  • os legumes devem ser picados em palitos e bem cozidos;
  • os alimentos redondos e pequenos, como uvas e tomate-cereja, podem ser cortados em 4 no sentido longitudinal;
  • ofereça as frutas mais macias.

Sobre a apresentação, não precisa dispor os alimentos em pratos ou potinhos porque pode ser mais uma distração para a criança. Coloque-os diretamente sobre a bandeja do cadeirão e deixe que o pequeno os pegue.

O que mais devo saber ao introduzir o método BLW?

É preciso ter em mente que a refeição do bebê vai ser mais demorada, já que ele vai querer explorar os alimentos — brincar, cheirar, amassar, jogar. Isso faz parte do método e é interessante para o desenvolvimento do pequeno.

Há também o reflexo de gag que é quando a criança ainda está se habituando a comer sólidos. Parece um engasgo, mas a passagem de ar não fica totalmente obstruída e o próprio bebê consegue se desengasgar rapidamente. Por isso, é imprescindível que sempre tenha algum adulto supervisionando o momento da refeição.

O método BLW é cada vez mais utilizado pelos pais do mundo todo, pois incentiva a autonomia e ajuda na evolução do bebê. Sendo assim, ele é uma ótima maneira de fazer a introdução alimentar.

Quer saber o que não pode ficar de fora do cardápio da criançada? Então leia o nosso texto sobre os alimentos que não podem faltar na alimentação infantil!

Conheça nossa Loja Virtual – https://loja.vitgold.com.br/

Quer receber informações sobre como manter a sua vida mais saudável? Assine nossa Newsletter!

Tags:
Deixe um comentário

Share This