Entenda os cuidados a serem tomados caso opte por uma dieta vegana

A dieta vegana é mais que um modo de se alimentar, ela representa um estilo de vida. Muitas pessoas têm apostado nesse tipo de alimentação por causa da ética relacionada à exploração de animais, dos seus benefícios à saúde e também para a proteção do meio ambiente.

No entanto, quem adere ao veganismo sem tomar algumas precauções não consegue aproveitar todas as suas vantagens na saúde, podendo, inclusive, trazer danos ao seu organismo.

A nutrição vegana pode ser uma ótima opção para aqueles que desejam uma vida mais saudável, desde que alguns cuidados sejam tomados. Para conhecê-la melhor, siga com a leitura deste texto!

O que é uma dieta vegana e quais são seus benefícios?

A dieta vegana é baseada em uma alimentação vegetariana que consiste em ingerir apenas vegetais. Além disso, as pessoas que optam por seguir o veganismo seguem um estilo de vida muito mais natural e restritivo, no qual elas não utilizam nada de origem animal, cortando completamente o uso de produtos para higiene testados em bichinhos, roupas de couro e muitos outros.

Quanto à alimentação, isso significa que todos os tipos de carne, ovos, mel e laticínios estão excluídos do cardápio. Para colocar a dieta em prática, os hábitos de consumo e o modo de preparo da comida precisam ser adaptados.

Uma das maiores vantagens desse modelo de alimentação é o cardápio rico em fibras, o que contribui diretamente para o bom funcionamento do intestino e também para o aumento da saciedade.

Além disso, a baixa disponibilidade de gordura saturada e a ausência de colesterol (presentes nos alimentos de origem animal) promovem a redução dos riscos de doenças cardiovasculares, AVC (Acidente Vascular Cerebral) e alguns tipos de câncer.

A variedade de frutas, verduras, legumes e sementes adicionados ao cardápio oferece diversas vitaminas e minerais indispensáveis para toda a manutenção do corpo, preservação e estímulo do sistema de defesa do organismo.

Quais cuidados devem ser tomados ao seguir uma dieta vegana?

Manter uma alimentação balanceada significa ingerir quantidades ideais de carboidratos, proteínas, gorduras, vitaminas e sais minerais.

Enquanto as carnes, os ovos, o leite e seus derivados são ricos em proteínas e gorduras, os legumes, as hortaliças e as frutas são fontes de carboidratos e fibras. Um grupo complementa o outro, sendo que as vitaminas e sais minerais são encontrados em ambos.

Mas, como manter esse equilíbrio quando se é vegano?

Ao eliminar os alimentos de origem animal, que são as principais fontes de proteínas, esse nutriente tão necessário ao organismo pode começar a ser ingerido em quantidades deficientes, o que afeta diretamente a composição dos músculos, além de que as vitaminas de origem animal precisam ser suplementadas.

Apesar de essas informações assustarem muitas pessoas que estão pensando em aderir ao modelo vegano que, em um primeiro momento, parece bem complicado, basta seguir alguns cuidados para executar a dieta com perfeição e não provocar risco algum à sua saúde. Confira algumas precauções a seguir.

Ler muito sobre o assunto

Conhecimento é primordial para se alimentar com qualidade. O veganismo têm sido debatido em vários lugares, então, não falta material para estudar e entender melhor sobre o assunto, inclusive é muito fácil encontrar boas referências sobre o assunto na internet, em bases de dados para uma literatura mais científica e em blogs para encontrar algumas dicas de alimentação.

Com a leitura, é possível aprender receitas e meios de variar o cardápio, descobrir novos ingredientes e saber quais cuidados devem ser tomados. Perceba que você já está seguindo a primeira recomendação!

A seguir, confira algumas dicas de alimentos que você pode inserir na alimentação.

Café da manhã

  • Biscoitos de banana e aveia: muito fáceis de fazer, basta amassar a banana, acrescentar aveia (até a massa adquirir uma textura firme) e assar. Além disso, você pode utilizar a pasta de amendoim como recheio;
  • pão de queijo vegano: feito usando como ingrediente base a mandioca, a batata-salsa ou a batata-baroa, essa receita fica muito semelhante com um verdadeiro pão de queijo, sem utilizar derivado lácteo algum!

Almoço e Jantar

  • Salpicão vegano: utilizando a famosa carne de jaca, esse prato tão apreciado nos almoços de domingo fica uma delícia na versão vegana! As frutas deverão ser cozidas na panela de pressão e você poderá dar o seu tempero especial à receita;
  • massas: em lojas especializadas, você consegue facilmente encontrar macarrão sem ovos. Para o molho, você pode incorporar queijo ou bacon vegano, ingrediente feito de proteína de soja, o qual fornece muita proteína para a sua dieta;
  • hambúrguer de lentilha: fazer o seu próprio hambúrguer é muito fácil e o resultado é muito fiel ao hambúrguer de carne. Para isso, você precisará hidratar a lentilha, retirar a água em excesso, temperá-la conforme sua preferência, moldar e fritar ou grelhar. Fica espetacular!

Lanches

  • Bolinhas de tofu: o queijo a base de soja também é uma ótima fonte de proteínas. Para a receita ficar mais saudável, opte por assar os bolinhos e não por fritá-los;
  • vitamina de frutas: utilizando o leite de amêndoas, você pode ter uma vitamina nutritiva de banana, morango e maçã para o café da tarde.

Procurar um nutricionista

Descobrir sozinho sobre o assunto é importante, mas isso não substitui a consulta com um nutricionista. Portanto, buscar ajuda de um profissional é fundamental para receber informações adicionais e de relevância que podem evitar quadros de desnutrição.

Outro bom motivo é que, no papel de guiar um iniciante, ele pode sugerir a melhor estratégia de transição alimentar, o que tornará mais fácil o seu período de adaptação.

Suplementar a alimentação

Nutrientes como a vitamina B12, o ômega-3 e o cálcio são mais abundantes nos alimentos de origem animal. Dificilmente é possível adquiri-los apenas ingerindo vegetais nas proporções adequadas.

A vitamina B12 atua na formação das células vermelhas do sangue, que transportam o oxigênio para todo o seu organismo. A sua deficiência é uma situação muito grave que pode provocar falta de energia, anemia e até demência.

O cálcio é o principal componente dos ossos e dos dentes, sendo que a baixa ingestão desse mineral provoca sintomas como ossos quebradiços, cãibras e até depressão.

O ômega-3 é crucial para a saúde do cérebro e do coração, sendo que a sua ingestão diminui os níveis de triglicerídios no sangue.

Por essas razões, a suplementação alimentar é indispensável para conservar todos as vitaminas e minerais essenciais para o bom funcionamento do seu corpo.

É necessário fazer exames médicos periodicamente?

Sim! Essa orientação deve ser seguida principalmente no começo, quando não se sabe ainda como o organismo responderá à nova rotina. Por isso, é imprescindível fazer exames de sangue periodicamente para ter certeza que o corpo está bem nutrido.

Seguindo esses cuidados, fica fácil e seguro aderir à dieta vegana e desfrutar de todos os benefícios que ela oferece. A fim de garantir uma vida longa e sadia, pode valer a pena tentar o novo e conquistar uma vida mais saudável!

Se você gostou do post, compartilhe-o nas redes sociais para que mais pessoas que já são veganas ou que estão pensando em aderir à dieta também conheçam os cuidados que precisam tomar!

Deixe um comentário

Share This