Antioxidantes e Radicais Livres: um equilíbrio necessário.

Com certeza você já deve ter ouvido falar em antioxidantes e radicais livres. Vamos começar explicando o que é cada um e como podemos auxiliar no funcionamento do nosso corpo através da alimentação.

Antioxidantes

São substâncias capazes de retardar ou inibir o efeito danoso dos radicais livres. O papel dos antioxidantes é bloquear as reações de oxidação e oferecer proteção às membranas e outras partes das células.

Radicais livres

São moléculas liberadas pelo corpo durante processos fisiológicos normais. Formamos radicais livres a todo instante, isso acontece a partir do momento que respirarmos. Reforçando que  essas moléculas são instáveis, e buscam se ligar às células do nosso organismo em busca de estabilidade. Este é um processo normal, sendo o grande problema causado pelo excesso de radicais livres.

Fatores ambientais

Como fumo, álcool, radiação, uso de corantes e conservantes, agrotóxicos, excesso de gorduras saturadas, estresse, etc, podem aumentar a produção desses radicais livres.  Esse excesso pode causar o chamado estresse oxidativo, que é o desequilíbrio entre fatores oxidantes e antioxidantes. Assim sendo, o desequilíbrio está envolvido no surgimento de doenças cardiovasculares, câncer, distúrbios neurodegenerativos e no próprio envelhecimento.

Como agem os antioxidantes no combate aos radicais livres?

O nosso organismo já possui um sistema próprio de defesa, através de enzimas que combatem os radicais livres formados. Mas se possuímos hábitos alimentares ruins e/ou somos afetados por fatores ambientais prejudiciais, é possível que nosso corpo esteja sofrendo estresse oxidativo. Desta forma, alguns alimentos podem atenuar os efeitos dos radicais livres em nosso corpo.

Quais nutrientes/alimentos podem ajudar?

Vitamina C: laranja, kiwi, acerola, goiaba, morango, pimentão verde;
Vitamina A: cenoura, abóbora, tomate;
Vitamina E: oleaginosas, azeite de oliva extra virgem;
Selênio e Zinco: castanha do Brasil, sementes, mariscos;
Licopeno: tomate;
Betacaroteno: cenoura, pequi, couve, espinafre, mamão
Flavonoides: frutas vermelhas (ameixa, mirtilo), brócolis, salsa;
Catequinas: chá verde;
Quercetinas: vinho tinto.

Dessa forma, o consumo regular de alimentos ricos em antioxidantes associados a uma alimentação saudável e bons hábitos de vida deve ser estimulado na prevenção de doenças e manutenção da saúde.

Siga as nossas redes sociais para acompanhar as atualizações: estamos no Facebook e no Instagram!

Reformulamos nossa loja para você ter uma navegação mais rápida e fácil.
Dá uma olhadinha lá. https://loja.vitgold.com.br/

 

Share: