Anda muito esquecido? Veja 5 alimentos ótimos para a memória

Nossa memória armazena as experiências e os momentos que nos moldam. Ela é importante para funções básicas e cotidianas — desde lembrar onde você estacionou o carro até pagar contas e manter compromissos. Todavia, muita gente não sabe que existem recomendações de alimentos para memória.

Ainda que o esquecimento ocasional seja bastante normal, especialmente à medida que envelhecemos, a ideia de perder informações importantes é assustadora. Se você está se sentindo esquecido, pode ser devido à falta de sono ou a uma série de outras razões, incluindo genética, nível de atividade física e estresse.

Felizmente, é possível proteger e reter suas lembranças incluindo nutrientes em sua dieta que estimulem a mente. Neste post, veremos quais são os cinco principais alimentos que preservam e melhoram a memória e a concentração, itens fundamentais em uma vida saudável. Continue a leitura e descubra!

1. Abacate

Essa fruta deliciosa é uma das mais saudáveis que existem. Ainda que, no passado, os abacates tenham recebido uma má reputação, devido a seu teor de gorduras, hoje sabemos que essas gorduras — chamadas monoinsaturadas — são as do tipo que nos fazem bem.

Por conter vitamina K e folato, os abacates ajudam a prevenir coágulos sanguíneos no cérebro. Assim, protegem contra o derrame e também colaboram na função cognitiva, especialmente na capacidade de conservar informações e na concentração.

2. Peixes

Quando o assunto envolve alimentos para memória, os peixes estão sempre presentes. Opções como salmão, cavala, truta e sardinha são fontes de ômega 3. Cerca de 60% do cérebro é composto por ácidos graxos, e metade dessa gordura é do tipo ômega 3.

Nosso organismo usa essa substância para construir células cerebrais e nervosas, e essas gorduras são essenciais para o aprendizado e a memória. Outros benefícios adicionais desse nutriente incluem o retardo do declínio mental associado à idade e o auxílio na prevenção da doença de Alzheimer. Não consumir quantidades suficientes de ômega 3 está ligado a deficiências de aprendizagem e depressão.

3. Gema de ovo

Na lista de vilões da dieta por muito tempo, a gema do ovo finalmente agora tem seu valor nutricional reconhecido. As gemas contêm grandes quantidades de colina, que participa do desenvolvimento do cérebro de crianças em mulheres grávidas. A colina, ainda, é usada pelo corpo na criação da acetilcolina, um neurotransmissor que ajuda a regular o humor e a memória.

Os ovos também são uma boa fonte de outros nutrientes ligados à saúde cerebral, incluindo vitamina B6, vitamina B12 e folato.

4. Oleaginosas

As oleaginosas, por exemplo, nozes, amêndoas, avelãs e amendoins, ajudam a promover uma melhor capacidade intelectual. Elas são ricas em DHA, um tipo de ômega 3 que é responsável por melhorar a saúde do cérebro e prevenir a perda da memória.

As amêndoas e avelãs são excelentes fontes de vitamina E, outra vitamina relacionada ao déficit cognitivo.

Os amendoins contêm quantidades significativas de niacina, e carências dessa substância têm sido associadas ao aparecimento de perda de lembranças, Alzheimer e Parkinson. Uma porção com cerca de 20 gramas de um mix dessas oleaginosas é suficiente para as suas necessidades diárias.

5. Chá-verde

A cafeína presente no chá-verde aumenta a função cerebral. De fato, ela é capaz de melhorar o estado de alerta, o desempenho, a memória e o foco. Porém, há outros componentes nesse chá que o tornam uma bebida saudável para o intelecto.

Um deles é a L-teanina, um aminoácido capaz de atravessar a barreira hematoencefálica e estimular a atividade do neurotransmissor GABA, o que ajuda a reduzir a ansiedade. Além disso, a L-teanina aumenta a frequência das ondas alfa no cérebro, o que ajuda a relaxar e a reduzir o cansaço.

O chá-verde também é rico em polifenóis e antioxidantes, que nos protegem da decadência mental e reduzem o risco de doenças cerebrais.

Agora que você já conhece quais são os melhores alimentos para memória, já pode começar a adicioná-los em sua rotina imediatamente e melhorar o seu desempenho cognitivo e cerebral. Afinal, o cérebro é o órgão mais importante do nosso corpo e você não quer descuidar dele.

Gostou do artigo? Então, curta nossa página no Facebook e fique por dentro de novidades voltadas ao seu bem-estar!

Deixe um comentário

Share This