Alimentação saudável infantil: como evitar a obesidade em crianças

Para que o filho cresça e seja um adulto com boa saúde é importante que os pais se preocupem em oferecer uma alimentação saudável infantil. Afinal, os nossos hábitos alimentares se consolidam ainda na infância e refletem nos gostos e preferências ao decorrer de nossas vidas.

Sabemos que não é fácil fazer com que as crianças se alimentem bem, afinal, elas adoram consumir guloseimas. É claro que comer um docinho de vez em quando não faz mal. Contudo, o excesso traz riscos à saúde e ainda favorece o desenvolvimento da obesidade.

Mas, como saber se seu filho tem uma alimentação saudável? Como fazer para evitar a obesidade infantil? Continue a leitura e confira algumas dicas!

Coloque cinco cores no prato

Os nutrientes dos alimentos saudáveis podem ser representados pelas cores que eles têm: branco, marrom, amarelo, vermelho, verde e roxo. Por isso, para garantir que o prato do seu filho contenha boas quantidades de vitaminas e minerais, além de fibras, carboidratos, proteínas e gorduras boas, ofereça, pelo menos, cinco alimentos de diferentes cores.

Vale lembrar que o nutricionista é o profissional ideal para ajudar você a cuidar da alimentação do seu filho. Ele vai equilibrar os nutrientes de acordo com as necessidades nutricionais e gostos da criança, tornando mais fácil a aceitação da alimentação saudável.

Além disso, cuide de introduzir esses alimentos no cardápio da família, pois é importante mostrar o exemplo, para que, assim, as crianças sejam incentivadas a experimentar e adquirir melhores hábitos.

Incentive a ingestão frequente de água

Que a hidratação é muito importante, todo mundo sabe. O problema é fazer com que as crianças se lembrem de tomar água, ou pior, que gostem de beber. É comum elas não quererem e isso pode prejudicar o organismo.

As crianças têm maior volume de água no corpo e, por isso, se não reporem a hidratação constantemente, desidratam com mais facilidade. Portanto, sempre ofereça água ao seu filho. Uma dica: você pode saborizar a água colocando pedaços de frutas frescas, como rodelas de limão ou morangos, e hortelã.

Evite as calorias vazias

Caloria vazia é um termo usado para se referir aos alimentos que têm densidade calórica alta e poucos nutrientes. Ou seja, eles engordam e não oferecem nenhum benefício ao organismo.

Geralmente, esses alimentos são os processados: ricos em açúcar e gorduras ruins. Eles aumentam o colesterol e a glicemia, e favorecem o aumento de peso e o acúmulo de gordura corporal. Com isso, o organismo fica mais propenso a desenvolver doenças cardiovasculares, diabetes e obesidade.

E não pense que as crianças estão livres desse tipo de problema! Há cada vez mais casos de obesidade infantil e enfermidades relacionadas à má alimentação. Por isso, evite ter esse tipo de alimento em casa e explique ao seu filho a importância de não ter o hábito de comê-los.

Incentive a prática de atividades físicas

Embora não seja uma dica de alimentação, a prática regular de exercícios físicos previne o aumento de peso e outras doenças. Além disso, proporciona mais um hábito de vida saudável na criança. Portanto, incentive o seu filho a praticar alguma atividade física que ele goste: ajude-o a escolher um esporte ou exercício ao ar livre.

A alimentação saudável infantil é fundamental para evitar a obesidade e outras doenças relacionadas. A criança que tem bons hábitos leva isso para as outras fases da vida, garantindo mais qualidade de vida e longevidade.

Gostou do nosso artigo? Que tal ajudar os seus amigos compartilhando este post nas suas redes sociais?

Deixe um comentário

Share This