Entenda como o sedentarismo pode ser um risco para a sua saúde

  • Home
  • Bem-estar
  • Entenda como o sedentarismo pode ser um risco para a sua saúde

Você sabia que o estudo Diagnóstico Nacional do Esporte, apresentado pelo Ministério do Esporte, apontou que 45,9% dos brasileiros são sedentários? Basicamente, o sedentarismo é caracterizado pela ausência total ou praticamente total de atividade física, ou seja, diz respeito às pessoas que levam um estilo de vida que inclui pouco ou nenhum exercício físico diário.  

Se você se identificou com essas características, conheça quais são os riscos do sedentarismo para a sua saúde e como mudar esse cenário. 

Principais riscos para a saúde

Atualmente, as pessoas estão gastando muito tempo com atividades que demandam o mínimo de esforço físico possível. É só parar para avaliar as profissões: grande parte delas envolve uma rotina que exige estar sentado em frente ao computador.

Além disso, o deslocamento até o trabalho geralmente envolve ônibus, carro, moto ou outro tipo de transporte semelhante, sem a necessidade de precisar colocar o corpo em movimento. 

Ao levar um estilo de vida inativo, alguns riscos tornam-se constantes: 

  • maior probabilidade de ganhar peso e ter dificuldade para emagrecer, pois a queima de calorias é menor; 
  • perda de força muscular e resistência, devido à inatividade dos músculos; 
  • organismo tem mais dificuldade para quebrar gorduras e açúcares; 
  • sistema imunológico fica menos resistente; 
  • circulação sanguínea mantém-se baixa. 

Doenças que podem ser causadas pelo sedentarismo

Por consequência, os riscos citados acima podem levar ao desenvolvimento de uma série de doenças, entre elas:

  • obesidade; 
  • doenças cardíacas;
  • pressão alta;
  • diabetes tipo 2; 
  • osteoporose; 
  • depressão. 

Como deixar o sedentarismo de lado

As informações acima evidenciam o quanto a prática regular de exercícios físicos é definitiva para a manutenção da saúde. Se você quer viver mais e com maior qualidade vida, é importante se mexer, no sentido literal mesmo, e deixar de integrar as estatísticas de sedentários no Brasil. 

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), é recomendável 20 minutos por dia de atividade física leve ou moderada ou, então, 10 minutos diários de exercícios intensos. Se você está completamente inativo, é importante conversar com o seu médico para saber quais atividades físicas são mais aconselháveis, especialmente se você possui algum problema de saúde.

Selecionamos algumas modalidades que podem servir de inspiração: 

  • caminhadas e corridas; 
  • musculação; 
  • aulas de dança;
  • natação; 
  • yoga;
  • pilates; 
  • jogos em grupo (futebol, vôlei, futsal); 
  • tênis; 
  • artes marciais. 

Você também pode incorporar algumas ações na sua rotina que contribuam para aumentar o tempo em que seu corpo está em movimento. Entre as boas opções, estão: 

  • caminhar até o supermercado; 
  • levar os pets para passear; 
  • andar de bicicleta com os filhos; 
  • levantar da cadeira a cada 30 minutos e alongar-se; 
  • trocar o elevador pelas escadas; 
  • reservar alguns minutos do almoço para caminhar algumas quadras; 
  • descer do ônibus um ponto antes e seguir caminhando; 
  • ir até a mesa do colega de trabalho em vez de conversar via bate-papo. 

Percebeu o quanto é simples deixar de ser sedentário mesmo em meio à correria do dia a dia? Basta incluir alguns hábitos simples e encará-los como algo normal.

Agora que você já sabe mais sobre o sedentarismo, aproveite para seguir a Vitgold nas redes sociais (Facebook e Instagram) e receba diariamente informações que são decisivas para melhorar a sua saúde.

Deixe um comentário

Share This