Dieta de baixo carboidrato: 5 dicas para o sucesso no low carb

Se você costuma acessar a internet com frequência, muito provavelmente já se deparou com informações sobre a dieta de baixo carboidrato, também conhecida como dieta low carb. Essa dieta é embasada em estudos científicos e tem sido muito adotada, especialmente nos últimos cinco anos.

Embora grande parte das pessoas associe a dieta low carb somente à perda de peso, o método pode trazer outros benefícios à saúde, entre eles:

  • reduzir o apetite; 

  • reduzir a obesidade;

  • alterar os hábitos alimentares em geral, visando controlar o consumo de carboidratos; 

  • moderar os níveis de açúcar no sangue.

Ficou curioso para saber mais detalhes e como colocar em prática a dieta sem gerar riscos à saúde? Então confira nossas informações e dicas estratégicas.

1. Mantenha uma alimentação equilibrada

O próprio nome da dieta já é bastante intuitivo, ou seja, uma dieta low carb limita a ingestão de carboidratos e enfatiza o consumo de alimentos repletos de proteínas e gorduras. Mas, mesmo assim, é importante prezar por uma alimentação balanceada, diversificando os alimentos que vão compor cada uma das refeições.

2. Ingira alimentos estratégicos

Com o tempo, você vai perceber que existe uma gama imensa de opções alimentares que condizem com a dieta low carb, e isso permite manter o tão importante equilíbrio alimentar. Entre as melhores opções estão: 

  • carne (cordeiro, porco e frango); 

  • peixe (salmão e truta);  

  • legumes (espinafre, brócolis, couve-flor e cenoura);  

  • frutas (maçã, laranja, pera, mirtilo e morango);

  • sementes (amêndoas, nozes e sementes de girassol);  

  • lácteos (queijo, manteiga e iogurte); 

  • gorduras (óleo de coco, manteiga, azeite e óleo de fígado de bacalhau); 

  • adoçante (stevia); 

  • temperos (limão e condimentos naturais).  

3. Evite opções industrializadas 

Elimine do seu armário de mantimentos os seguintes itens: 

  • açúcar (refrigerantes, sucos de frutas industrializados, doces e sorvete); 

  • grãos de glúten (trigo, espelta, cevada e centeio); 

  • gorduras trans (óleos hidrogenados ou parcialmente hidrogenados); 

  • óleos de semente e vegetais com alto teor de ômega-6 (algodão, soja, girassol, milho e canola); 

  • adoçantes artificiais (aspartame, sacarina e sucralose); 

  • temperos (ketchup, mostarda e demais molhos industrializados). 

4. Fique atento ao intervalo entre as refeições 

Alimentar-se de três em três horas é essencial quando se está praticando a dieta sem carboidrato. Preze por fazer três refeições principais (café da manhã, almoço e jantar) e, no intervalo entre cada uma delas, ingerir alimentos como:

  • um pedaço de fruta;

  • iogurte com gordura total,;

  • um ovo cozido;

  • mini cenouras;

  • nozes. 

5. Converse com o seu nutricionista

Antes de tudo, ao decidir colocar em prática a dieta low carb é importante conversar com seu nutricionista ou médico, especialmente se você tiver alguma condição de saúde, como diabetes ou doença cardíaca. Ao cortar carboidratos drasticamente sem orientação profissional você pode experimentar alguns sintomas temporários, entre eles: 

  • dor de cabeça; 

  • mau hálito; 

  • fraqueza; 

  • cãibras; 

  • fadiga;

  • erupção cutânea; 

  • constipação ou diarreia. 

Pensando a longo prazo, algumas dietas que restringem a ingestão de carboidratos podem gerar deficiências de vitaminas, perda óssea e doenças crônicas, por isso a importância de contar sempre com o auxílio médico.

Gostou das dicas sobre dieta sem carboidrato? Aproveite para seguir nosso Facebook e Instagram e receba periodicamente em sua timeline informações que vão lhe ajudar a viver ainda melhor.

Deixe um comentário

Share This